1º Aula - Ergonomia

De acordo com o título deste material explicativo, a ergonomia é, seguramente, um dos pilares fundamentais para começarmos a estudar nosso instrumento. Em virtude da dinâmica deste tipo de explicativo, resolvemos ilustrar nosso material com fotos, para que a compreensão sobre o assunto possa ser otimizada.


Foto 1





Posicionamento do instrumento em pé: Observe a foto Ao lado. Ela representa o correto posicionamento do Upright quando você estiver em pé. A primeira coisa é ser observada é o ângulo de ambos os pés. Repare que as pernas se encontram entre abertas e os pés estão posicionados de forma angular. É importante que este detalhe seja obedecido, pois este posicionamento é similar ao grande contrabaixo acústico e irá fornecer a você toda a sustentação do seu corpo quando você for executar o instrumento. (Foto 1)








                 Foto 1

Repare o natural posicionamento também de ambas as mãos (Foto 2) e (Foto 3). Isto será possível obter através de um simples processo mensural, que irá consistir em posicionar com igual altura, a regulagem de altura do Upright de forma que o nosso dedo mínimo da mão direita se encontre paralelo ao nosso nariz, conforme ilustrado na foto 3. Importante: para um correto posicionamento, é FUNDAMENTAL QUE SE O SEU DEDO MÍNIMO ENCONTRE-SE SOBRE O TERCEIRO MARCADOR DA ESCALA A PARTIR DO CAPOTRASTE.

Foto 2        Foto 3
                                                 Foto 2                                          Foto 3


Foto 4 Posicionamento do instrumento sentado: A foto 4 irá ilustrar o posicionamento do instrumento sentado. Além de extremamente confortável, este posicionamento irá permitir que você possa estudar um grande número de horas por dia, uma vez que o desgaste será mínimo. Para isto, procure sentar em uma cadeira com regulagem de altura, similar ao exemplo da foto. Repare que o instrumento deverá ser posicionado bem próximo ao corpo. Para isto, procure compatibilizar os apoios do suporte do Upright com o apoio da cadeira. A altura deverá obedecer ao mesmo critério do posicionamento em pé (o dedo mínimo em paralelo com o seu nariz). O ângulo de descida do Upright também deverá ser alterado. Procure ajustar o mesmo até que você se sinta confortável. Um ultimo conselho: Caso o encosto da cadeira não permita que você possa encostar as costas, use uma almofada. Isto, com certeza, irá melhorar em muito sua confortabilidade.





                                                                                                                                      Foto 4

Posicionamento da mão direita: A técnica de execução de pizzicato obedece praticamente aos mesmos critérios usados no elétrico. Apenas o ângulo de execução no Upright será um pouco mais fechado, em virtude do dimensionamento do instrumento e da calibragem de cordas. Observe a Foto 4. Ela será o início de nosso sistema de posicionamento. O polegar deverá ser apoiado na corda lá. A seguir, você encostará o mesmo polegar sobre a corda mi (Foto 5). Isto irá permitir que você possa obter uma sonoridade limpa e sem ruídos quando executar esta técnica.

Foto 4        Foto 5
                                                 Foto 4                                          Foto 5




Execução das notas com a mão direita: Com este posicionamento estabelecido, vamos iniciar os estudos de mão direita. Sempre vamos iniciar o trabalho de execução com o dedo indicador, conforme demonstrado na Foto 6. A seguir, usaremos o dedo médio (Foto 7). O mais importante é obter uma correta ALTERNÂNCIA entre os dedos, ou seja, NUNCA REPETIR o mesmo dedo. Este posicionamento irá permitir que você possa executar notas abrangidas nas cordas sol e ré. Para executarmos as demais notas que estejam localizadas nas cordas lá e mi, vai mudar o posicionamento do polegar.

Foto 6        Foto 7
                                                 Foto 6                                          Foto 7




Observe a Foto 8. Neste exemplo, o polegar se encontra posicionado sobre a corda mi, o que irá permitir que você possa tocar as notas da corda lá. Para executarmos as notas existentes na corda mi, vamos finalmente, posicionar o polegar na parte superior da escala, conforme exemplificado na Foto 9. Com as variáveis necessárias na mão direita, a mão esquerda deverá fazer o trabalho de abafamento das demais cordas.

Foto 8        Foto 9
                                                 Foto 8                                          Foto 9




Posicionamento da mão esquerda.

Este é um dos principais aspectos a serem observados no posicionamento do instrumento. Sua compreensão é fundamental para que possamos não apenas executar o nosso instrumento de forma confortável, como também nos prevenirmos contra a L.E.R (lesões por esforço repetitivo). Toda atividade na qual empregamos as mãos de forma repetitiva (digitação no computador) requer um extremo cuidado com relação ao posicionamento. Estas lesões, caso ocorram, são praticamente irreversíveis e impossibilitará que você possa se dedicar ao instrumento, portanto, MUITA ATENÇÃO às explicações contidas a seguir:

5.1 – A nossa técnica de posicionamento será a mesma utilizada no grande acústico, concebida pelo checo Adolf Lother e aperfeiçoada por Franz Simandl no século XIX. Ele irá consistir em utilizarmos apenas três dedos da mão esquerda:

Dedo 1 – Indicador
Dedo 2 – Médio
Dedo 4 – Mínimo
O Dedo 3 – Anelar – irá APOIAR o dedo quatro.



Foto 10




5.2 – Observe a Foto 10 com relação ao correto posicionamento do polegar. Ela será similar ao utilizado no baixo elétrico. Para uma melhor mensuração, observe que o polegar deverá estar entre os dedos médio a anelar quando iniciarmos nosso estudo de posicionamento.







                   Foto 10



5.3 – Conforme ilustrado na Foto 11, o dedo indicador deverá ficar posicionado sobre a primeira marcação na escala do Upright. O dedo médio atuará na segunda marcação da escola do instrumento (foto 12).

Foto 11        Foto 12
                                                 Foto 11                                          Foto 12


Foto 13




A Foto 13 ilustra, finalmente, o correto posicionamento do dedo mínimo sobre a terceira marcação da escala. Através desta ilustração, você poderá visualizar toda a técnica de posicionamento aqui exemplificada.

5.4 – Muito importante: Todos os dedos deverão ficar SIMULTANEAMENTE sobre a escala, para uma exata distribuição de forças.





                   Foto 13



Curso de Upright Bass – Uma parceria Germano M. e EM&T

Com o Prof. Nilton Wood

EM&T        IB&T


O curso oferece a você a oportunidade de conhecer novas técnicas como pizzicato, sistemas de digitação baseado na escola alemã e diferentes abordagens com relação ao repertório, que poderá ter plenamente compatibilidade com suas atividades musicais. Além disto, nosso curso oferece a técnica de arco - único no Brasil - a exemplo do contrabaixo acústico usado na música de concerto, que poderá abrir novas fronteiras na busca de novos timbres na sua música.




Germano M. © copyright 2010 | Web Design